Ligado ou nao a tomada tecnologia hibrida Lexus e a nova referencia Image

NOTÍCIAS E EVENTOS

LIGADO OU NÃO À TOMADA, A TECNOLOGIA HÍBRIDA LEXUS É A NOVA REFERÊNCIA

PUBLICADO EM: 26-11-2021

• Perto de 100km de autonomia elétrica em cidade com zero emissões e eficiência de combustível líder no segmento no novo NX 450h+, o primeiro híbrido plug-in da Lexus
• Mais 24% de energia e menos 20% de emissões no novo NX 350h eletrificado com a tecnologia híbrida
Talvez seja muito fácil supor que todos os novos automóveis híbridos plug-in são praticamente iguais. Trazem uma potente bateria de alta voltagem que permite uma condução totalmente elétrica livre de emissões. E quando a bateria precisa de ser recarregada, podemos continuar a conduzir usando o motor a gasolina, até a poder ligar a uma fonte de alimentação em casa, no escritório ou num posto de carregamento público.
Isto é verdade, no que toca ao básico. Mas com o seu novo NX 450h +, o seu primeiro híbrido plug-in, a Lexus mostra que, através da tecnologia utilizada, pode conseguir muito, muito mais.
Graças à incomparável experiência da Lexus em veículos elétricos premium, uma experiência construída ao longo de mais de 15 anos, este SUV de luxo de médio porte estabeleceu-se imediatamente como ponto de referência no seu segmento pela conjugação de desempenho e eficiência, incluindo a autonomia elétrica com zero emissões. Supera os seus concorrentes no segmento nas principais métricas por uma larga margem.
A autonomia do NX 450h+ EV (veículo elétrico) situa-se entre os 70 e os 74km no ciclo de teste combinado WLTP, aumentando para 89-97km em viagens de circuito urbano – as áreas onde o desempenho limpo do veículo é particularmente crucial. Estes números, juntamente com a poupança de combustível de 0,9-1,1 l/100 km e as emissões oficiais de CO2 de 21-25 g/km, são os melhores do segmento, por uma boa margem. Para além disso, em estrada aberta, o Lexus pode ser conduzido com energia elétrica a velocidades até 135 km/h.
Para além de ir mais longe recorrendo a energia elétrica pura com emissão zero, este SUV de luxo de médio porte também promete um desempenho líder na categoria quando a carga da bateria estiver esgotada. Isto porque reverte para energia elétrica totalmente híbrida, ao contrário da maioria dos concorrentes que trocam para o motor de combustão interna, o que significa, inevitavelmente, gastar mais combustível e gerar emissões mais elevadas. A Lexus descobriu que, neste cenário, o consumo de combustível nos modelos concorrentes do NX 450h+ se situam, em média, entre os 23 e os 30% acima do consumo do seu SUV híbrido plug-in.
O que o torna possível é a qualidade técnica do sistema elétrico híbrido plug-in da Lexus. Combina um motor de ciclo Atkinson de 2,5 litros de alta eficiência com um motor-gerador elétrico e uma bateria recarregável de íon-lítio. A bateria tem uma capacidade de 18,1 kWh - outro valor líder na sua classe - e pode ser totalmente recarregada em cerca de duas horas e meia, usando uma estação de 32 A e o carregador de bordo de 6,6 kW. A qualidade da bateria, aperfeiçoada através do know-how de tecnologia superior da Lexus, é fundamental para o desempenho de EV do automóvel.
Usar esta avançada transmissão não compromete as fidedignas características SUV do NX: o NX 450h+ vem, de base, com eficiência energética e-Four e tração nas quatro rodas (AWD), recorrendo a um motor elétrico extra para conduzir o eixo traseiro, sempre que necessário.
Os elementos diferenciadores do NX 450h+ são apenas uma parte do percurso do NX em direção ao desempenho eficiente. O NX 350h, modelo híbrido elétrico de carregamento automático, também beneficia de atualizações técnicas abrangentes que oferecem melhorias completas. Em comparação com o NX 300h anterior, o novo sistema de quarta geração é 24% mais potente, e produz 244 cv DIN, o que ajuda a reduzir o tempo de aceleração de 0-100 km/h para o modelo AWD em 15% a 7,7 segundos.
No entanto, não há qualquer penalização por este aumento de potência no que toca à economia de combustível e emissões. Os números dos testes oficiais apresentam uma queda de cerca de 20% nos valores de CO2: partem de 135 g/km no ciclo de teste combinado WLTP para o modelo AWD, até 129g/km na versão de tração dianteira, com consumo de combustível de 5,7 l/100 km (modelo FWD).
As estatísticas de desempenho mostram como as vantagens conquistadas pela liderança em tecnologia da Lexus fazem do NX uma escolha atrativa para os clientes, estejam eles à procura de um híbrido elétrico plug-in ou de um híbrido sem carregamento externo. O novo NX compensa em desempenho estimulante, design corajoso e a reconhecida mão-de-obra de luxo Lexus Takumi, abrindo um novo capítulo para a marca.